Linhas de Pesquisa

Linhas de Pesquisa

 

Área de concentração

Design, Tecnologia e Sociedade

O Programa de Mestrado em Design da Universidade de Brasília tem área de concentração em ‘Design, Tecnologia e Sociedade’. Esta área refere-se a estudos teóricos, práticos, históricos, críticos, estéticos e éticos na área do design e sua relação com tecnologia, cultura, educação, governo e sociedade. Incluem-se estudos voltados ao design de informação, design de interação, design de produto, design de serviço e design sustentável. Estes estudos visam a formação de docentes e pesquisadores na área de design, tecnologia e sociedade especialmente na região centro-oeste.

 

Linhas de pesquisa

Design, Cultura e Sociedade

A linha de pesquisa Design, Cultura e Sociedade investiga os processos do design e sua relação com a cultura e a sociedade, privilegiando a relação multidisciplinar entre o design e outras áreas de conhecimento. Estuda as dimensões estético, simbólica, poética e sócio-culturais do projeto, visando a introdução de inovações, o entendimento da linguagem do design, a relação entre sujeito, objeto e ambiente, suas aplicações na sociedade, incluindo os aspectos tecnológicos e sustentáveis.

Design de Informação e Interação

A linha de pesquisa Design de Informação e Interação engloba estudos que visam tanto o entendimento do uso e da interpretação da informação quanto da otimização de processos de design e suas aplicações. Abrange análise teórica, crítica, estética, histórica e prática sobre comunicação visual, design educacional, design de mídias digitais, design de interação, design de serviços, produção e gestão da informação, tecnologias da informação e comunicação.

Design, Utopias, Territórios e Ecologias Urbanas

O objetivo principal desta linha de pesquisa é examinar novas formas de organização de ecologias urbanas, com base nas tendências e fudamentos atuais. Busca analisar a partir de uma abordagem a partir do design, comunicação, arte e cultura, as configurações do espaço urbano, experiências concretas de articulação do capital simbólico e material nos processos de modernização e transformação das cidades.